PORTUGAL 2022 | 2023 /

Na programação de Quem te viu, quem te vê não poderia faltar o ingrediente mais importante na carreira do artista homenageado: a música.

Para completar o tributo à Chico Buarque que vai circular por Portugal em 2022 e 2023, o projeto conta com um espetáculo musical dos cantores Marcus Lima e Thais Motta, no qual eles apresentam repertório dedicado aos grandes clássicos de Chico.

ELENCO /

Marcus Lima.jpeg

Marcus Lima | voz e violão

Assim como Chico Buarque, que despontou para o cenário artístico na década de 1960, participando dos celebrados Festivais da Canção que mobilizavam plateias e estádios, Marcus Lima também é conhecido por suas participações em festivais de música, dos quais venceu alguns com seu trabalho autoral. O cantor, compositor e violonista tornou-se respeitado pela qualidade inovadora de seu repertório e por sua interpretação vocal. Ao longo de 23 anos de carreira, ele se apresentou em quatro turnês pela Europa, lançou quatro CDs e compôs canções para o cinema incluídas nas trilhas da produção luso-brasileira Alguém Como Eu, e na comédia francesa Le Sens de la Fête.

Thais Motta.JPG

Thais Motta | voz

A cantora e compositora carioca Thais Motta é dona de um estilo consistente e maleável que já a levou a gravar com o grupo holandês Focus, participar da Biennale de la Danse de Lyon, na França, do festival Montreux meets Brienz na Suíça, e do Java Jazz Festival de Jacarta na Indonésia, em 2014, ao lado de artistas como Ivan Lins, Jamie Cullum e Natalie Cole. Além de cantora, também tem formação em teatro e

pela qualidade inovadora de seu repertório e por sua interpretação vocal. A artista é vista por importantes críticos musicais como uma das grandes intérpretes da obra de Chico Buarque.“Intérprete sagaz e mestre do canto instrumental”, segundo Tarik de Souza. Thais lançou e participou de vários CDs, incluindo o último do saxofonista francês Baptiste Herbin. Atualmente, se prepara para gravar o próximo CD.

cristovao_bastos.jpeg

Cristóvão Bastos | arranjos e piano

O maestro carioca Cristóvão Bastos é respeitado e admirado por grande parte de artistas da música brasileira e possui parcerias com compositores consagrados como Chico Buarque — com quem compôs Todo Sentimento —, Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Paulinho da Viola, Elton Medeiros e Abel Silva. Cristóvão vem criando arranjos para discos e shows de Nana Caymmi, Edu Lobo, Gal Costa, além dos nomes anteriores.  Barbra Streisand gravou Raios de Luz, parceria dele com Abel Silva, em 1999, no disco A Love Like Ours. Com Blanc, Cristóvão compôs Resposta ao Tempo, tema de abertura da minissérie Hilda Furacão, da Rede Globo (1998), que alcançou grande sucesso, e Suave Veneno, da novela Suave Veneno, Rede Globo (1999), ambas gravadas por Nana Caymmi.

WhatsApp Image 2022-07-19 at 12.20.09.jpeg
WhatsApp Image 2022-07-19 at 12.18.32.jpeg

João Lyra | violão

Participou como violonista em discos de vários artistas da MPB, como Nana Caymmi, Gal Costa, Gil, Caetano, Fagner, Ângela Maria, Djavan, Ivan Lins, Elba Ramalho, Zé Ramalho, Alceu Valença, Erasmo Carlos, Emílio Santiago, Chico Buarque, Tânia Alves, Aguinaldo Rayol, Alcione, Miltinho, Simone, Roberto Carlos, Elizete Cardozo, João Bosco, Maria Betânia, Francis Hime, Martinho da Vila, Zeca Pagodinho, Miucha, Nelson Gonçalves, Altemar Dutra Jr., Altamiro Carrilho, Joel Nascimento, Dominguinhos, Canhoto da Paraiba, e vários outros. No Rio de Janeiro fez parte da Camerata Carioca ao lado de Joel Nascimento, Maurício Carrilho, Luís Otávio, Henrique Cazes, Beto Cazes e Paulo Sérgio Santos, viajando várias vezes para os Estados Unidos. Viajou para o Japão com Elizete Cardoso, Altamiro Carrilho, Zimbo Trio e Choro Carioca.

Dudu Oliveira | sopros

Apresentou-se em várias cidades brasileiras e em outros países como Bélgica, Itália, Espanha, Polônia, Montenegro, Belize, Nicarágua, entre outros. Acompanhou artistas como Alcione, Zeca Pagodinho, Roberta Sá, Diogo Nogueira, Martinho da Vila, Moyseis Marques, entre outros. Em 2015 Foi uma das atrações do Festival Villa-Lobos. Participou do musical francês “K-Rio-K”, de Rémi Kolpa Kopoul, em Paris (França). A partir de 2017 integrou a banda do programa “Lady Night”, apresentado pela humorista Tatá Werneck no canal Multishow. Em 2018 lançou seu primeiro CD “Jamming”, com a participação de músicos como Silvério Pontes, Gabriel Grossi e Eduardo Neves. O disco incluiu músicas autorais como “Encantado”, “Horizonte”, “Essa fada” (c/ Eduardo Neves), “É peixe!”, “Cidade nova” e “Baião da preta”; a inédita “Bossa verde” (Dom Oliveira e Patrick Angello); e regravações de “Coisa n. 10” (Moacir Santos) e “A rã” (João Donato), dentre várias outras.

WhatsApp Image 2022-07-26 at 17.22.06.jpeg

Bororó | baixo

Compositor, músico, cantor, arranjador, produtor e diretor musical nascido em Goiânia, Bororó vem construindo sua carreira desde os 13 anos. Ao longo de sua carreira, vem atuando em Shows e gravações  junto  aos  mais renomados artistas da MPB, do Samba e da Música Instrumental Brasileira, destacando-se: Gal Costa, Ney Matogrosso, Chico Buarque e Caetano Veloso. Músico popular extremamente versátil, domina vários instrumentos musicais - contrabaixo elétrico, contrabaixo acústico, violão, viola caipira, guitarra midi e bateria; destaca-se principalmente como baixista por sua personalidade e estilo inconfundíveis, dono de uma pegada e de um swing elogiados publicamente pelo ex-Gênesis, Peter Gabriel (Folha de São Paulo-10/12/87), quando este esteve no Brasil e assistiu ao show de Beth Carvalho, com quem Bororó trabalhou durante 07 anos (1985 a 1992).

WhatsApp Image 2022-07-19 at 12.18.42.jpeg


Trabalhou em discos e shows ao lado de grandes nomes da Música Brasileira como Gilberto Gil, Chico Buarque, Paulo César Pinheiro, Yamandú Costa, Maria Bethânia,  dentre outros. Natural de Cordeiro (RJ), iniciou seus estudos musicais em 2001 na Sociedade Musical Fraternidade Cordeirense. Em 2002 ingressou na Escola Portátil de Música como aluno de pandeiro participando da Furiosa Portátil. Atualmente é integrante dos Grupos "Os Matutos", "Regional Carioca", “João Camaero Quarteto”,”Cristovão Bastos Quinteto”,"Luzeiro de Paquetá", "Sexteto Maurício Carrilho", "Samba da Ouvidor" e "Quarteto Leandro Braga." É professor de Percussão na Escola Portátil de Música desde 2008. Participou de shows e ministrou oficinas em festivais internacionais como: Europalia (Bélgica-2011) e Folle Journée (França-2013), VII de Choro da UNICAMP (Campinas-SP / 2014), Projeto Kalunga II (Angola/2015), EPM Holanda (2016).

Marcos Thadeu | bateria e percussões

SOBRE NÓS /

DIRETOR-PRESIDENTE /

JOÃO CARINO

Captura de Tela 2022-03-22 às 20.29.28.png

João Carino, pesquisador, radialista e produtor musical com mais de 30 anos de carreira, responsável pela produção de dezenas de shows, CDs e DVDs de artistas renomados da música brasileira, incluindo o próprio Chico Buarque.

Fundador e atual diretor-presidente do IMMuB. Carino é também o responsável pela gestão do Programa Aprendiz Musical desde 2011, por meio do qual promove educação musical para mais de 2500 crianças e jovens anualmente, além de coordenar um calendário intenso de apresentações da respectiva orquestra jovem derivada.

DIRETOR /

MARCOS GOMES

marcos gomes.jpg

Marcos Gomes, produtor cultural, comunicador, historiador e homem público tendo ocupado na Prefeitura do Rio os cargos de: Diretoria de esportes 1986 a 1988 e assessor especial da cultura 2001 a 2002.


No Município de Niterói – RJ - Vereador - por dois mandatos, Secretário de Cultura por três mandatos 1987 a 2000 / 2003 a 2006 e 2017 a 2019, Turismo – Presidente da NELTUR 2002 a 2003. Secretário de Ações Estratégicas 2009 a 2012. Presidente do Caminho Niemeyer 2013 a 2016. Ocupa cargo de diretoria no IMMuB desde agosto 2019.